sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Bruna Marquezine afirma não ter assunto tabu com os pais: 'Liberais na medida certa'

                                           Fiuk e Bruna Marquezine posam diante do estúdio (Foto: Aquele Beijo/TV Globo)Fonte.


Belezinha (Bruna Marquezine) acabou se excedendo na festa e cedendo às investidas de Agenor (Fiuk) – algo que ainda vai causar muita confusão na vida dos dois. Interpretando a jovem miss com competência, Bruna Marquezine analisa a reviravolta que começa na vida da personagem e conta que, ao contrário de Belezinha, não existe assunto tabu no diálogo dela com os pais.
A princípio, ela não sabe se o drama de Belezinha pode servir de alerta para outras meninas serem mais responsáveis, vivendo a mesma situação. “Acho que vai servir de alerta mais para frente, por causa do que vai acontecer com ela", diz, cheia de suspense. "Agora as pessoas vão ficar de olho na burrada que ela fez, por ter se envolvido com um cara como o Agenor. Acho que ela não devia ter feito, muitas vezes o melhor é encarar o problema e agir com sabedoria. Ela mesma se arrepende depois do que fez”, afirma.
A trama da primeira noite da personagem foi apresentada de maneira muito leve, segundo ela, por escolha do próprio autor: “Eu não estou fazendo nenhum papel muito adulto, pelo contrário, o Miguel trata assuntos mais delicados de forma bem jovial”. Caso a novela exigisse alguma cena mais forte, ela não teria problemas em fazer: “Para mim não teria problema, é a mesma coisa que uma cena normal. Uma cena que insinua alguma coisa”.
Ela revela que, diferente de Belezinha, ela tem um ótimo diálogo com os pais. “Para a Íntima, sexo é tabu, dentro daquela casa. Eu sempre tive abertura para contar para os meus pais tudo o que eu fiz e tudo o que eu faço, para perguntar. Sempre conversei muito com a minha mãe. Eu acho que a primeira vez é uma coisa importante para a mulher. E eu sempre preferi ouvir e aprender deles, que são duas pessoas que me amam e que querem o meu bem, do que aprender por aí no mundo e às vezes fazer uma burrada. E parece que quanto mais você proíbe, mais vontade a pessoa tem de conhecer. Então acaba conhecendo às vezes de uma maneira errada”, conta, com segurança.
Discussões sobre horários para chegar em casa após as festas também não fazem parte do dia a dia da atriz. Ela afirma que consegue resolver tudo tranquilamente, dialogando com os pais. “Meus pais são liberais na medida certa, porque cada coisa tem o seu tempo. Não adianta você querer pular fases e depois se arrepender lá na frente. Eu sempre procurei não dar motivos para eles desconfiarem. Eu só peço para eles o que eu sei que é algo que se encaixa no meu perfil, na minha idade, na fase que eu estou vivendo agora.”
O próprio trabalho como atriz a fez ser uma menina mais responsável, desde cedo. Ela lembra que desde pequena se acostumou a trabalhar com adultos, com as mesmas responsabilidades. “Mas eu sou uma menina. Tenho os meus momentos de moleca, que só os meus amigos conhecem realmente. Mas, sem dúvida, acho que em relação ao meu trabalho, eu amadureci bastante.”
Não perca as confusões do romance de Belezinha e Agenor!

Nenhum comentário:

Postar um comentário