domingo, 29 de abril de 2012

"Não é porque meu pai é namorador que vou ser também", diz Fiuk


Depois de conquistar o carinho das fãs como Agenor em Aquele Beijo, o ídolo das adolescentes Fiuk, 21 anos, está a todo vapor com a sua carreira solo como músico. Em um bate-papo descontraído com a Jovem Pan Online, nesta quarta-feira (25), o cantor falou sobre carreira, sexo e casamento. Confira:

Desde que você estreou como músico e ator, o assédio feminino cresceu muito. Sua namora tira isso de letra ou ela é muito ciumenta?
Fiuk: Ela é super tranqüila, não misturamos nada. A Natália Frascino [namorada] entende o meu trabalho numa boa. Eu acho isso o máximo. Gosto muito desse contato com as fãs, esse carinho é gratuito e recíproco.
Seu pai [Fábio Jr.] tem fama de conquistador. Você também se considera um namorador?
Fiuk: Rs.... Ah, eu tenho uma mulher só. Mas o sangue está aí....brincadeira!(risos). Não é porque meu pai é namorador que vou ser também, né gente?
Como conciliar a carreira de cantor e ator? Você tem prioridade?
Fiuk: Faço tudo que gosto. Dou sempre um jeitinho pra atender todos os meus compromissos. É muito bom. Adoro atuar, mas cantar sempre foi a minha maior paixão. Não tenho prioridade, canto e atuo com o maior prazer.
Você se arrependeu de ter dito à Playboy que já participou de suruba?
Fiuk: Xiiiii!!!! O que tinha pra falar sobre sexo eu já falei na Playboy. Não me arrependo de nada. Foi uma experiência e pronto. Falei o que aconteceu.
E o seu casamento com a Natália Franscino? Sai ou não sai?
Fiuk: Estamos quase morando juntos. O casamento é uma conseqüência. Estamos vivendo bem, se tudo continuar do jeito que está será uma maravilha.



Nenhum comentário:

Postar um comentário